As redes sociais são excelentes ferramentas para alavancar os resultados de uma empresa. É preciso, porém, utilizá-las de maneira estratégica, conhecendo seus recursos e levando em conta objetivos, personas e particularidades de cada canal. Para auxiliar nessas tarefas, um planejamento de redes sociais faz toda a diferença. Ele vai ajudar a otimizar o tempo, aumentar a produtividade e reduzir os seus custos, diminuindo as falhas nas medidas de marketing.
De olho na elaboração de estratégias que terão resultados altamente positivos, elaboramos este post com informações relevantes que o ajudarão a divulgar produtos, serviços e campanhas de maneira inovadora. Continue com a leitura e saiba mais!

O que é o planejamento de redes sociais?

Comparado à realidade corporativa, o planejamento de redes sociais é a organização das estratégias de marketing digital nos diferentes canais de comunicação que fazem parte do dia a dia do seu público-alvo, como Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube.
Primeiramente, é preciso conhecer profundamente os seus clientes, padrões de consumo, preferências, estilo de vida e muito mais. Enfim, quanto mais informações bem apuradas você tiver, melhores serão as estratégias de marketing nas redes sociais.
Com os dados em mãos, o planejamento tem mais chance de ser bem-sucedido, pois você poderá utilizar as informações favoravelmente e com versatilidade. Assim, adéqua-se melhor a linguagem e o conteúdo ao seu público-alvo.
O planejamento também é fundamental para melhorar as tomadas de decisões. O gerenciamento é uma espécie de guia para conduzir as publicações da sua empresa de forma coerente e alinhada com os clientes.
Dessa maneira, os resultados serão bem mais eficazes, inclusive com aumento no tráfego em seu site, blog ou redes sociais propriamente ditas, criando um vínculo saudável com os consumidores. No entanto, para ser bem-sucedido, o planejamento necessita de muitas atitudes, como as que citaremos a seguir.

Quais são as estratégias de sucesso nas redes sociais?

Vários pontos devem ser considerados ao planejar o uso das redes sociais da empresa. Separamos, a seguir, algumas das dicas principais. Confira!

Conheça seu público-alvo

As redes sociais são ótimas para atrair e criar uma boa relação com o público. Para que isso funcione, no entanto, é importante saber mais sobre essas pessoas: quais são os seus hábitos? Quais suas demandas? Como a empresa é capaz de ajudá-las? Quais as características de sua linguagem? Essas são algumas das perguntas que vão indicar o tipo de conteúdo a produzir e como se comunicar.
É um erro querer atingir a todos, sem focar em uma audiência específica. Construir as suas personas permite oferecer serviços e se portar de forma personalizada, criando um vínculo ao gerar identificação.
Também é importante averiguar como esse público se porta na internet, observando quais redes mais utiliza, quanto tempo costuma passar nelas e quais os horários de mais acesso, entre outros pontos. Isso ajudará a planejar suas ações, como explicaremos mais à frente.

Defina objetivos

No momento atual, quais são os objetivos dessas redes sociais? É importante saber como elas devem auxiliar a empresa para, então, planejar os conteúdos. Uma boa ideia é alinhá-las aos principais objetivos da equipe de marketing em geral, acompanhando as demandas da empresa nesse sentido.
Um objetivo pode ser, por exemplo, fazer mais pessoas visitarem o site. Será preciso valiar, assim, como as redes vão ajudar com essa meta. Vale lembrar de um cuidado fundamental aqui: mesmo que um dos objetivos centrais no momento seja a venda ou o exemplo citado por último, os conteúdos não devem ser todos voltados a isso. A questão é pensar em como contemplar essas demandas com equilíbrio e qualidade nas postagens.
Outros objetivos comuns incluem levar conhecimentos ao público e atrair mais seguidores. Saber quais são os seus faz parte da estratégia, mas lembre-se que eles podem mudar de acordo com as necessidades e o momento. Se uma meta foi cumprida, talvez seja hora de passar para outra.
Também podem haver objetivos de curto, médio e longo prazo. Seja como for, é importante que eles sejam mensuráveis, para um acompanhamento melhor.

Escolha as redes certas

Ao investigar o seu público-alvo será preciso descobrir, como mencionamos acima, quais redes ele mais utiliza. Assim, você poderá focar nessas mídias em vez de se preocupar com todas as existentes, tornando o plano mais fácil e efetivo. A partir desses dados, você perceberá em quais redes vale mais a pena estar, sendo então necessário conhecer as particularidades de cada uma.
Cada rede social tem suas regras e seu estilo próprio. A comunicação no Instagram não é a mesma do twitter, por exemplo. Assim, se seu público utiliza as duas, não significa que seus posts devem ser iguais. Descubra a melhor forma de se comunicar em cada canal utilizado, averiguando qual o estilo de conteúdos, de linguagem e quando focar em textos ou em linguagem visual, entre outros aspectos.

Crie conteúdos relevantes

Para gerar engajamento, é necessário criar posts de acordo com o seu público. Os conteúdos não precisam (nem devem) ser sempre sobre o mesmo assunto, mas precisam ser interessantes e relevantes para a audiência que se deseja atingir. Eles podem acrescentar conhecimentos ou apresentar soluções para demandas, por exemplo.
Você pode investir em diferentes formatos em uma mesma rede, desde que seja viável e combine com a persona. No Instagram, por exemplo, é possível se valer de fotos e vídeos, além de enquetes nos stories e lives.
Tenha cautela nas postagens, pois poluir as timelines pode ser um verdadeiro tiro no pé. Ao explorar as hashtags, capriche nas fotos e na legenda, sempre com cautela e com palavras-chave que estejam em alta — para isso, faça uma pesquisa antes de publicar.
Como o relacionamento com os clientes deve ser priorizado, outra orientação importante é responder aos questionamentos, críticas e elogios. É sempre interessante interagir com os seguidores.
Outra estratégia que, muitas vezes, traz bons resultados, é escolher influenciadores digitais para gravar vídeos sobre os seus serviços. É necessário verificar o que cabe no orçamento e no que é viável investir, mais uma vez considerando o público.

Planeje suas ações

Com base no seu público e nos objetivos, crie os conteúdos e prepare um cronograma. Planeje a ordem em que as postagens serão feitas para ter equilíbrio entre os assuntos e as campanhas.
Defina os dias e a frequência de postar, assim como os horários para responder a mensagens, marcações e comentários. Lembre-se que não é indicado deixar as pessoas sem resposta por um longo tempo. Assim, se a demanda for grande, talvez seja necessário preparar mais funcionários para essa tarefa.
É preciso estudar também os melhores horários para postar, pois existem picos de audiência que merecem atenção. Assim, as chances de o seu público visualizar, curtir e compartilhar as suas publicações aumentam, dando mais visibilidade à sua empresa.
Além disso, o planejamento é fundamental para escolher o momento certo para publicações pagas, o chamado tráfego pago ou as gratuitas conhecidas como tráfego orgânico.
O estudo da concorrência é outro ponto: é preciso realizar um monitoramento constante não só do seu público-alvo, como também das demais empresas que atuam no mesmo segmento.

Monitore e analise

Ao definir objetivos, é importante pensar em quais serão seus indicadores. Se a ideia é gerar mais visitas para o site, é interessante mensurar os resultados a partir do número de cliques no link de uma rede social, por exemplo. Esse número cresceu desde que a estratégia foi implantada? Se não, é hora de analisar o que deve ser melhorado.
Acompanhe os indicadores e analise periodicamente seus resultados, verificando se há problemas ou algo a ser mudado na estratégia, talvez até pela meta ter sido alcançada. O momento de fazer análises também deve ser definido, podendo ser antecipado se o monitoramento indicar tal necessidade. Todos esses processos podem ser feitos com a ajuda da tecnologia.
Erros podem acontecer no uso das redes sociais. O importante é que, com esse monitoramento, será mais fácil contorná-los e evitar prejuízos.

Qual a importância do planejamento de redes sociais?

Diante de uma acirrada concorrência, as redes sociais se apresentam como um excelente meio de divulgação dos seus serviços e produtos, além de contribuir para fortalecimento da marca no mercado consumidor.
Com o planejamento, certamente o branding da sua empresa vai melhorar, tornando-a mais visível e presente na mente e coração dos seus clientes. Um bom gerenciamento também destina mais valor e ajuda a divulgar a política e missão do seu empreendimento. Ou seja, a conexão com os consumidores amplia, trazendo mais lucros.
Além disso, o planejamento de redes sociais elimina custos desnecessários, como uma campanha em um momento inoportuno ou um investimento em tráfego pago para um produto pouco conhecido ou com queda nas vendas. Enfim, a organização ajuda a sua empresa a focar nas estratégias corretas, melhorando a objetividade nas tomadas de decisões, fazendo com que as chances de sucesso aumentem exponencialmente.
Outro aspecto de grande relevância é o gerenciamento de possíveis crises. Com o planejamento, você poderá mudar o quadro, inclusive reposicionando a sua marca após um período crítico. É um exemplo que já fez parte da história de muitas empresas de sucesso, tanto por aqui quanto no exterior.
O planejamento também previne problemas, auxiliando nas soluções a curto, médio ou longo prazo. Além disso, também podemos citar o maior alcance do seu conteúdo, convertendo os seguidores das suas redes sociais em contatos para a sua empresa, consequentemente, impulsionando o crescimento das vendas.
Por fim, o efeito manada se faz presente. Afinal, quando milhares ou milhões de pessoas seguem uma empresa ou marca, mais gente repete o exemplo, trazendo mais clientes por meio da credibilidade conquistada graças ao bom relacionamento.
Claro que, além de um bom planejamento de redes sociais, é preciso adotar práticas de gestão, oferecendo produtos e serviços de qualidade, bom atendimento e comprometimento, assim como dedicação e motivação no dia a dia empresarial.

Como fazer um planejamento de redes sociais?

Apesar dos recursos estarem amplamente disponíveis na internet, o planejamento de redes sociais necessita de profissionais capacitados para produzir conteúdos, criar artes, campanhas e realizar o monitoramento, entre outros pontos.
Para isso, sua empresa pode contar com uma agência especializada, com foco nas estratégias que reverterão no aumento das vendas, melhor posicionamento da sua marca na web ou para atingir outros objetivos preestabelecidos. Dessa forma, as campanhas digitais atingirão um número considerável de pessoas, trazendo mais clientes e fidelizando os já existentes — ou seja, trata-se de um investimento com retorno garantido.
Portanto, diante de uma realidade em que a tecnologia acompanha o comportamento dos consumidores, nada melhor do que a sua empresa criar agora mesmo medidas que toquem no planejamento de redes sociais.
Esperamos que tenha gostado! Para saber como podemos ajudar mais sua empresa, é só entrar em contato!