Dominar as técnicas de redação para SEO vai trazer inúmeros benefícios para o ranqueamento do seu site e também para a qualidade da experiência dos visitantes.
Investir nessa estratégia de SEO (Search Engine Optimization) é muito importante, pois seu negócio precisa estar em boas posições em mecanismos de busca e essa técnica de otimização dá esse resultados.
Adotar estratégias corretas de SEO vai alavancar seu site no Google, vai aumentar o número de visitantes e trazer novos leads. Por isso, pensando em te ajudar com a estruturação de uma boa redação para SEO, preparamos um conteúdo simples e objetivo, que pretende mostrar algumas coisas legais e desmistificar outras.
Confira abaixo algumas técnicas de redação que são essenciais para conseguir um bom ranqueamento de SEO do seu conteúdo de blog. Confira!

Quais técnicas devo usar na composição do meu texto?

Uso de palavras-chave

Dentro das técnicas de redação para SEO, o uso de palavras-chave é essencial para o ranqueamento do conteúdo. Se não existe uma palavra-chave (alguns usam o termo em inglês Keyword) aquele artigo do blog pode demorar muito para aparecer no Google, ou pior, pode nunca ser visto por ele. 
Por isso, a escolha dessas palavras precisa ser feita com atenção e estratégia. Um macete dos redatores para SEO profissionais usam é começar por ela. Eles definem a palavra-chave antes mesmo de começar a escrever. É importante dizer que a palavra-chave não precisa ser só uma palavra, ok? Por exemplo, a deste artigo é “redação para SEO”.
Assim que definido o termo principal, é importante que seja usado com recorrência ao longo do texto. Mas atenção, não se trata de repetir 15 vezes a mesma coisa. O Google não gosta disso e pode até penalizar o site se perceber essa intenção maldosa. O que o algoritmo privilegia é a coerência e fluidez do texto.
Mas voltando à questão da recorrência, a quantidade de vezes que ele deve aparecer depende do tamanho do texto. Quanto maior seu texto for, mais vezes a palavra-chave precisa aparecer. 

Repetição das palavras-chave na redação para SEO 

Como tudo que se refere ao algoritmo do Google, ninguém sabe qual é o certo ou o correto (esse é o segredo mais bem guardado do mecanismo de busca), mas o consenso entre os especialistas gira ao redor de uma densidade de 1% a 2,5% do volume texto
Por exemplo, se o texto tem 300 palavras, use a keyword pelo menos 3 vezes, e não mais de 6 vezes. Como dissemos acima, não é bom exagerar e, em textos mais longos, a densidade pode ser um pouco menor, por exemplo, caso seja um artigo mais longo, de 1000 palavras, se recomenda não repetir mais do que 20 vezes a palavra chave ao longo do texto. Para dar um exemplo bem prático, este artigo tem 1618  palavras e a keyword chave dele – redação para SEO aparece 19 vezes.
Ahhh, outra dica importante é a distribuição ao longo do texto. A palavra-chave também tem que estar presente no título, na introdução e é recomendável que esteja em cada tópico do blog post. 

Intertítulos 

Intertítulos são inserções de temas no meio de um texto, marcadas por um subtítulo, ou intertítulo. Como você pode ter percebido, o uso deste recurso ajuda a organizar o conteúdo e é uma técnica de redação para SEO valiosa. 
Os intertítulos precisam estar presentes no texto para que o leitor possa se encontrar melhor dentro do conteúdo, para que possa rastrear as informações mais rapidamente. Além disso, serve para que a leitura não fique cansativa e, no caso da redação para SEO tem um papel fundamental, eles permitem que as ferramentas de pesquisa consigam localizar palavras e expressões específicas.
Isso funciona mesmo, tanto para o Google e o Bing, quanto para nós, pessoas. Nosso cérebro tende a buscar lógica e padrões em tudo o que vemos e os intertítulos são como pontos de ancoragem, onde os olhos e o cérebro se apoiam para entender o caminho que querem seguir. 

Meta Description 

O Meta Description, ou em português, a meta descrição, é um ponto de extrema importância para que alguém que está pesquisando no Google, clique e entre para ver seu conteúdo. 
A “Meta”, como os redatores costumam chamar, é um breve resumo do texto, e é ele que irá aparecer em outras páginas de um site, em um link enviado pelo whatsapp e principalmente, nas pesquisas no Google, logo abaixo do título do site.
Muito similar a introdução de um livro, essa parte do artigo é a última a ser feita. Uma vez que precisa ser algo que defina da melhor forma o que o texto quer passar. 
Uma dúvida que muitas pessoas têm é, qual o tamanho de uma boa Meta Descrição? Na realidade, a meta pode ser do tamanho que for, o problema é que o Google exibe, no máximo, os primeiros 153 caracteres da meta description. Para continuar dando exemplos práticos, está é a matei description deste artigo: A redação para SEO, aquela que é otimizada para gerar bom ranqueamento no Google tem vários macetes, confira aqui e melhore muito o resultado
Sendo assim, se quer ter uma boa redação para SEO, sempre pense nas melhores palavras para colocar nesse resumo, pois é ele que irá atrair pessoas!

Call To Action (CTA)

A Call To Action (Chamada Para Ação) é o último elemento do corpo do texto. As técnicas de redação para SEO foram criadas para fidelizar o leitor e ranquear seu conteúdo, certo? Então é preciso algo para que essa pessoa se sinta convidada e estimulada a ler mais textos, conhecer o site, baixar um material ou assinar a newsletter. 
Parece meio redundante, mas somente a leitura do texto não ajuda na captação de leads, é preciso gerar engajamento. 
Por isso, ao final do seu conteúdo, chame o leitor para uma ação. Pode ser conferir uma página específica do seu site que tem a ver com o que ela acaba de ler, ou deixar o email para ser notificado de novos textos, ou para entrar em contato com a equipe para saber mais. Afinal, existem diversas formas possíveis de interação entre consumidor e empresa, mas se você não pedir para ele, como ele irá saber? Ahh, e se quiser ver um exemplo prático, vá até o final deste artigo que você verá um CTA clássico.

Uso de hiperlinks

Outra forma de fazer com que pessoas naveguem pelo site é fazendo link building dentro do texto. Explicando melhor, ao você colocar um link de outro conteúdo ou página do seu próprio site em uma palavra do texto, faz com que a qualidade do site cresça nos mecanismos de busca. 
Isto não é exatamente uma técnica de redação para SEO, mas como o objetivo da otimização é melhorar o ranqueamento, então isto é algo que redatores também levam muito em conta quanto estão escrevendo para blogs.  
Mas atenção, você não precisa exagerar nas conexões que você está propondo ao leitor, elas tem que fazer sentido, mas alguns links, sempre tem que ter. O algoritmo entende que um texto recebe links de outros textos, é relevante. 

Imagens com descrição e legenda

Quando pensamos em redação para SEO também temos que pensar nas imagens. O uso de imagens em textos de blog é essencial para a melhor compreensão, ativando a imaginação do leitor, então podem usar sem medo.
Mas tem uma coisa que vale ressaltar. Lembre-se que quando pensamos em SEO estamos trabalhando para também sermos ‘lidos” por “robôs sem olhos”, por isso é preciso descrever a imagem e também colocar um texto alternativo referente ao assunto do conteúdo. todos os editores de blog possuem campos onde você escreve a legenda, o texto alternativo e a descrição da imagem . Inclusive, aqui também é um ótimo lugar para colocar a palavra-chave.

Estrutura do texto

Linguagem adequada ao público 

Na redação para SEO é fundamental nunca esquecer que ao escrever um conteúdo, seja do mais simples ao mais complicado, você está falando com alguém, com uma pessoa. Tente sempre pensar dessa forma e aí será fácil conhecer o seu público-alvo e a persona para quem você está escrevendo. Acredite, isso faz toda a diferença no tom de voz que você coloca no texto.
A redação para SEO é bem flexível. Podemos usar uma linguagem mais técnica, específica e conceitual, mas também pode ser objetiva, simples e informativa.
O que nunca podemos esquecer é de falar diretamente com o leitor, e isso vai além do tipo de linguagem. Por isso, a recomendação para um melhor SEO é a voz ativa.  Seu uso, dentro de um texto, traz o sentimento de identificação e pertencimento.

Palavras de transição e variedade

Assim como qualquer texto bem redigido, as técnicas de redação para SEO devem priorizar um conteúdo legível e fluido. Isso engloba ortografia correta, uso variado de palavras e frases curtas, mas também em palavras de transição.
Uma boa transição entre uma frase ou um parágrafo e outro dá ideia de continuidade. Uma boa relação entre tópicos dão mais legibilidade ao texto. Sendo assim, tome cuidado com a escolha de palavras e frases. Um conteúdo bem escrito gera credibilidade ao seu negócio.

Frases e parágrafos curtos

A redação para SEO tem que ser antes de tudo, uma boa redação. O Google está, a cada dia que passa, ficando mais semântico e com mais capacidade de identificar textos bem escritos então, escreva bem.
Quando uma frase é bem escrita, não existe necessidade de ser longa. A mesma coisa vale para o parágrafo. Além de facilitar a leitura, frases e parágrafos curtos facilitam e deixam a leitura mais dinâmica e mais fluida. 
Quer saber mais sobre redação para SEO ou até o que é o SEO, e como você pode aplicar essa técnica no seu site? Continue em nosso blog e confira nossos conteúdos!