Toda empresa busca ampliar o número de vendas e aumentar os lucros. Diante desse cenário, devem ser adotadas estratégias específicas com o objetivo de atrair e conquistar o consumidor.

Por isso, nada melhor do que conhecer o perfil do público-alvo para adotar ações de segmentação de marketing mais eficientes. Trata-se de uma maneira de otimizar as campanhas de forma que elas sejam direcionadas para o público correto. A segmentação é realizada levando em consideração vários aspectos.

Neste artigo apresentaremos as questões envolvendo o processo de segmentação de marketing e, ainda, mostraremos de que forma essa estratégia ajuda a alavancar os resultados dos negócios. Confira!

O que é a segmentação de marketing?

A segmentação consiste no reconhecimento do perfil do público e do mercado em potencial que apresenta melhores benefícios e resultados para as empresas. Durante essa estratégia, são analisadas características específicas: comportamento, local de residência, desejos e necessidades etc.

A segmentação tem a capacidade de identificar o mercado mais heterogêneo que é composto por um público que apresenta hábitos, estilos de vida, necessidades e preferências semelhantes. Em razão dessa semelhança no perfil dos clientes, eles costumam ter a mesma percepção e, assim, reagem de forma homogênea às campanhas de marketing.

A partir daí, torna-se mais fácil apresentar estratégias de marketing voltadas para a venda de produtos e serviços que realmente conseguirão atender aos desejos e anseios desses consumidores. Assim, ao segmentar o mercado, a equipe tem mais condições de aperfeiçoar o vínculo de relacionamento com o cliente e elaborar ações de marketing mais concretas e voltadas para cada segmento.

Quais são os tipos de segmentação de mercado?

O marketing adota campanhas levando em consideração diversos tipos de segmentação de mercado. É isso o que veremos a seguir. Acompanhe.

Segmentação Geográfica

Essa modalidade de segmentação leva em conta as unidades geográficas do mercado, ou seja, a região onde se pretende empreender, sempre analisando as suas particularidades. Podemos citar, como exemplo, a divisão conforme a região do país: Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Contudo, trata-se de uma forma de segmentação ampla e muito genérica, principalmente, devido ao tamanho territorial do nosso país. Dessa forma, há grandes riscos de ela não apresentar detalhes importantes do perfil dos clientes em potencial, uma vez que pessoas que residem em uma mesma localidade podem ter preferências, necessidades e hábitos totalmente diferentes.

Segmentação Demográfica

Esse tipo de segmentação é voltado para a personalidade do cliente e não à região onde ele reside. Nesse caso, leva-se em consideração os seguintes elementos: gênero, faixa etária, profissão, nível de escolaridade, média de renda auferida etc.

Temos aqui um modelo mais específico que consegue identificar, com mais precisão, os diversos tipos de consumidores. Dessa forma, as ações de marketing voltadas para a apresentação de produtos e serviços é projetada de maneira mais exata para o público.

Segmentação Psicográfica

Essa modalidade é considerada uma as mais importantes durante o procedimento de segmentação. Ela abrange aspectos como: estilo de vida, hobbies, atitudes, pensamentos e interesses dos consumidores. Como se pode observar, ela envolve um conceito bastante subjetivo e individualizado.

De acordo com as informações obtidas, a equipe de marketing e de vendas consegue ter condições de conhecer melhor a personalidade de cada público. Dessa maneira, é possível trabalhar em cima dessas características singulares a fim de atender a essa clientela.

Segmentação por comportamento de consumo

Como o próprio nome sugere, a segmentação conforme o hábito de consumo analisa o volume e o valor das compras que são realizadas em um determinado período. Durante esse estudo, costuma ser utilizada a curva ABC — um método de classificação que leva em consideração a quantidade de compras feitas. Nessa modalidade, são estudadas as atitudes e as práticas de consumo.

Segmentação por canal de consumo

O comportamento e o perfil do consumidor variam de acordo com o canal de compra que é utilizado: internet, telefone, loja física etc. Nesse sentido, é essencial conhecer melhor a personalidade de cada um com o objetivo de conseguir satisfazê-los.

Diante desse fato, nada melhor do que fazer a segmentação do mercado por meio do canal de consumo que é mais acessado pelos clientes. Essa estratégia auxilia a mapear as chances de futuras vendas, interagir com o consumidor de maneira mais eficaz e melhorar os resultados.

Como fazer a segmentação de marketing?

Vamos abordar, a seguir, algumas dicas que auxiliam na tarefa de segmentação de marketing.

Conheça o seu público

Conhecer e entender o perfil do público é essencial para o processo de segmentação no mercado. Essas informações podem ser obtidas por meio de pesquisas de opinião e questionários. É importante observar as necessidades do cliente e o que ele busca com a sua marca.

Nesse mesmo sentido, devem ser observados os seguintes aspectos:

  • relevância do público para os resultados da empresa;

  • acessibilidade, ou seja, se o público está ao alcance das estratégias de marketing;

  • se a rentabilidade será eficiente;

Faça atualizações constantes

A alta exigência dos consumidores, a grande concorrência e a dinâmica acelerada do mercado demandam que a empresa adote constantes ajustes e atualizações, em prol do oferecimento de produtos de qualidade e de um atendimento de excelência.

Assim, a constante mudança do mercado exige que as empresas se mantenham atualizadas e revejam as estratégias de segmentação que estão sendo adotadas em seu negócio. Desse modo, é essencial se preocupar em acompanhar os resultados, uma vez que, pode ser necessário implementar melhorias e otimizar as operações.

Personalize as ações

Tão importante quanto segmentar o mercado, é adotar estratégias e ações de forma individualizada. Afinal, a segmentação serve justamente como um meio de direcionar as ações. Assim, por exemplo, caso os clientes da região Nordeste tenham preferência pelo produto X, enquanto no Sul o preferido é o produto Y, a comunicação deve ser direcionada assim: o produto X para a região Nordeste e produto Y para a região Sul, ou seja, justamente levando em conta a preferência e a região onde faz mais sucesso.

Como você pôde perceber, a segmentação de marketing é uma etapa fundamental para a conquista e fidelização de clientes, bem como para o aumento dos lucros e resultados em uma organização. Nesse sentido, a automação pode ajudar bastante ao longo de todo esse processo. Existe uma variedade de ferramentas inovadoras que oferecem serviços de marketing digital de alta performance. É a tecnologia atuando, mais uma vez, a favor das empresas!

Entendeu a importância da segmentação de marketing pra as estratégias de uma empresa? Então, compartilhe este artigo nas suas redes sociais e espalhe o conhecimento.