Certamente você já utiliza a compra de mídias na sua estratégia. Contudo, você conhece os benefícios de trabalhar com mídia programática? Além de reduzir o tempo e as ações manuais da equipe de marketing, o recurso permite a exposição de anúncios mais segmentados e alinhados conforme a preferência do seu público.

A publicidade programática está em ascensão no mercado brasileiro e é uma solução pertinente para aqueles que desejam automatizar o processo de descobrir os melhores veículos para entregar o anúncio certo para o público mais alinhado com sua oferta de produtos e serviços.

Que tal entender mais sobre as funcionalidades dessa estratégia e como ela pode reduzir seus custos com anúncios? É só permanecer nesta página e ler o artigo até o final.

O que é mídia programática?

Programático são os anúncios realizados por meio de um software, operado em uma plataforma conhecida como DSP (demand side platform). O que a diferencia dos métodos tradicionais é o mapeamento automatizado dos sites que oferecem espaço para anúncio e o cruzamento dessas informações com o comportamento de navegação dos usuários.

Com isso, o sistema consegue localizar as pessoas que tenham maior relação com o seu conteúdo e oferecê-lo de forma programada e o mais eficiente possível.

Cabe lembrar que, embora não exija ações manuais, seus resultados serão mais efetivos se forem operados por uma agência de mídia programática, também conhecida como trading desk. A sua função pode ser comparada à de uma corretora de investimentos, uma intermediadora que liga o investidor aos produtos financeiros ideais para o seu perfil, entende?

Quais são as vantagens da mídia programática para a publicidade?

São inúmeros os benefícios trazidos pela inserção da mídia programática dentro dos planejamentos de marketing e publicidade da sua organização. Dentre eles, podemos destacar os seguintes:

  • eficiência — o uso de inteligência artificial localiza o público e o meio ideais, trazendo melhores resultados para as campanhas;

  • redução de custos — as DSPs trabalham como um sistema de leilão em tempo real. Você decide quanto quer pagar por impressão, cabendo aos ofertantes aceitar ou não o proposto;

  • precisão — é a exibição do criativo ideal para o público certo e no momento correto;

  • monitoramento — acesso imediato aos dados e resultados das ações. Assim, sua equipe tem maior liberdade e informações para realizar os ajustes que forem precisos;

  • oferta de retargeting — sabia que as taxas de abandono de carrinho já estiveram, há alguns anos, na margem dos 80%? Com a publicidade programática você continua abordando esses usuários enquanto navegam na web.

Se interessou por trazer essas vantagens para sua estratégia paga? Entenda que não é preciso deixar de lado o Google Ads ou o gerenciador de anúncios do Facebook. Associe-os com o uso da publicidade programática e faça todos trabalharem a favor do seu crescimento.

Quer alguns exemplos de publicidade programática?

O uso programático de mídia está disponível tanto nos meios on quanto nos offline, embora esse último ainda não seja muito trabalhado no Brasil. Como acreditamos que essa realidade tende a se modificar nos próximos anos, citaremos ambas as abordagens dessa publicidade para que você conheça:

  • displays digitais — é o uso mais comum, bastante utilizado no remarketing e retargeting;

  • TV programática — grandes empresas do setor estão investindo em plataformas que permitam a compra de anúncios de automáticos, para exibição durante suas programações. Algo muito parecido com o que o YouTube faz hoje em dia;

  • programática omnichannel — com a tendência de atendimento conforme o canal de preferência dos clientes, a direção da mídia programática é atingir todos esses meios;

  • outdoor — embora pouco utilizados em nossas terras, os painéis digitais permitem a exibição de publicidade de rua conforme a geolocalização do consumidor.

O nome pode parecer um pouco rebuscado, mas, como pôde perceber, o conceito é simples e a forma de se trabalhar com a mídia programática, também. Os próximos anos prometem uma boa expansão do recurso no país e seu uso certamente será um grande diferencial para competir por espaço nos meios digitais.

Temos outras novidades esperando por você. Assine a Pontonews e receba nossas atualizações na sua caixa de entrada!