Quer saber o que se ganha aplicando as tendências de design de marcas? É fácil, maior chance de conquistar e fidelizar o cliente. A marca colabora para a melhoria da imagem da empresa, para o aumento de vendas e para o sucesso do lançamento de novos produtos. Ela conecta o cliente ao produto e passa a ser a identidade, a representação da empresa.

Se a marca é tão importante, é crucial estar atento às oportunidades de criação. Algumas tendências podem ser aplicadas em dezenas de projetos, todas com possibilidade de adequação para cada gosto e perfil de cliente. O objetivo desse artigo é te deixar informado sobre as principais tendências do design de marca para que você possa garantir a satisfação e melhor experiência para o seu cliente. Elencamos 8 tendências. Confira!

Flat design

Também conhecido como design plano, é uma tendência de design de marcas voltada ao estilo minimalista que pode ser usada em materiais gráficos, publicação de produtos e sites. Ele é um estilo de design de interface que valoriza a pouca utilização de elementos que trazem a ilusão do 3D, reforçada pelo uso de gradientes, textura ou sombras. O foco é o uso minimalista de elemento, tipografia e cores.

A preferência desse estilo por alguns designers é pela possibilidade de um visual mais objetivo, além de designs de interface mais racionalizados e simplificados. É um visual atraente e acessível. Se o objetivo é ajudar os usuários a entender rapidamente a mensagem, o projeto privilegia elementos visuais com funcionalidade essenciais.

Design adaptativo

Este estilo de design de marcas revolucionou o mercado na sua chegada e hoje virou quase uma regra. A intenção de modificar o logotipo para que seja possível o seu uso em vários contextos era uma ideia distante. Hoje muitas empresas procuram adaptar e algumas empresas têm redesenhado seus logotipos para simplificá-lo ou modernizá-lo.

Gradientes (Degrades)

O que é destaque em determinados momentos, pode ficar esquecido por algum momento e depois voltar repaginado, com força novamente. Assim são os gradientes. Eles já eram tendência na década de 90 e hoje seguem em alta. As cores que não são tão novas ganham alguma novidade na fórmula e a tendência volta com outros ares, modernizada.

Eles possuem muita força na comunicação de marcas. O uso da transição de cores voltou aos holofotes e ainda permanece como tendência. Eram bastante usados como plano de fundo e com a ajuda de muita criatividade passaram a ser usados gradientes multicoloridos com cores e paletas vibrantes, efeitos, formas irregulares, distorção e até uso de elementos dentro da composição.

Vintage anos 80 e 90

As paletas usadas nos anos 80 e 90 estão ganhando popularidade, mais uma vez. Não há unanimidade na cor, o uso vai dos tons pastel às cores vivas e elétricas. Com o afastamento do movimento extra plano, temos o retorno de formas geométricas e abstratas.

O uso dessa tendência nostálgica no design de marcas traz de volta sensações, cheiros e memórias de outra época para a atualidade. O esperado não é repetir o que deu certo antes, mas ampliar com o uso de recursos que dispomos hoje. Embora encontremos mais trabalhos vinculados ao ramo de alimentação e da moda, ele pode ser utilizado em qualquer outro setor.

Profundidade

Os efeitos de sombras têm sido bastante utilizados para dar relevo e profundidade e a tendência é que continuem sendo bastante usados. O relevo é considerado um bom instrumento na relação de hierarquia visual dos componentes usados na criação.

As sombras alongadas são bastante empregadas para dar dimensão aos designs planos. A técnica utiliza a criação de grandes sombras suaves e coloridas. Com isso, temos a sensação de relevo e profundidade nas imagens.

Movimento e animação

Essa tendência é criada a partir de micro interações, pequenas animações concebidas para se comunicar com usuários, ajudando na execução de tarefas. Elas estão presentes em várias plataformas, inclusive nas redes sociais, assumindo o papel de proporcionar ao usuário a sensação de manusear a interface através das ações e reações

Um exemplo de animação são os GIFs, que deram um salto na produção justamente pela ampliação da sua aplicação. Hoje eles são vistos como ferramentas importantes para a comunicação de conceitos e ideias e estão presentes em ilustrações, e-mails e logotipos.

Tipografia

Essa tendência de design de marcas está ligada à escolha das fontes. As tipografias clássicas sempre foram boas alternativas, mas as mudanças trouxeram novos recursos e a possibilidade de ampliação do repertório tipográfico .A tendência é que vejamos fontes mais artesanais e decorativas, além do uso das fontes serifadas. Elas surgem como tendência devido a boa qualidade das telas e às diversidades que já podem ser encontradas.

Um ponto importante é que percebemos um avanço na demanda pela sincronização de dispositivos de mídia, que está cada vez mais presente. O avanço tecnológico colabora para uma gama de opções de fontes tipográficas de alta qualidade, provocando o trabalho de criação com uma diversidade enorme. Como consequência, houve redução do uso das fontes clássicas.

Ilustrações personalizadas

A procura pelas ilustrações sob medida é uma tendência que continuará em destaque e em crescimento. Ela é vista como uma tendência pragmática e puramente artística e sempre foi muito importante na indústria de impressão. Como demanda digital ganhou destaque de uns anos pra cá, apesar da presença do Flash desde a década de 2000.

As ilustrações personalizadas criam uma linguagem visual que traz bastante vantagem à personalidade da marca. A criatividade pode ser colocada em prática com todas possibilidades de estilos. A originalidade está sempre presente na adoção a essa técnica.

Em um ambiente competitivo uma marca se destaca pela criatividade, qualidade no design e pela inovação que torna o projeto atraente e singular. Neste aspecto, temos um cenário é bastante positivo, ter e poder explorar as variedades que encontramos hoje enriquece o trabalho do design e aumenta a satisfação do cliente e do consumidor. O resultado é uma criação ou redesenhagem com personalidade e mais peças interessantes de design.

Para atingir os resultados esperados na criação da marca, muitas estratégias são realizadas e conhecer as tendências dos design de marca é essencial para que ela atenda ao target da marca. Ela é o conjunto de características tangíveis e intangíveis, a união entre os atributos, os valores, os benefícios e a identidade que representam uma corporação. Devido a sua importância, merece todo o planejamento e cuidado para a sua criação.

Gostou do nosso artigo? Assine a nossa newsletter e fique bem informado!