Investir no e-mail marketing é uma estratégia muito eficiente para as empresas que desejam atrair o público, fidelizar os clientes e, assim, ganhar mais reconhecimento no mercado. Esse método é possível por meio da análise da taxa de abertura de e-mail e do estudo de maneiras de incrementar o conteúdo das mensagens para deixá-las mais atraentes.

O objetivo é que os consumidores alvo tenham interesse em clicar nas mensagens para conhecer as novidades, promoções e acessar os links que chamam o consumidor para executar uma ação desejada pela equipe de marketing.

Infelizmente, muitos usuários deixam de abrir os e-mails que recebem de empresas. E os motivos para isso são vários, como: falta de interesse no conteúdo, muitas mensagens que acabam cansando o consumidor, horário de envio inadequado, entre outros.

Pensando nisso, vamos apresentar algumas dicas para melhorar a taxa de abertura de e-mail da sua empresa. Confira!

1. Tenha um objetivo claro

O objetivo de um e-mail deve ser exato e conter metas claras. Muitas mensagens trazem ações confusas e com muitas informações que podem sobrecarregar e causar dúvidas nos clientes, prejudicando os próximos envios.

Por isso, elabore um CTA personalizado, claro e convincente que leve o consumidor a fazer aquela determinada ação. Podemos citar como exemplos: clicar em um produto na loja virtual, assinar a newsletter, curtir a página da empresa nas redes sociais, responder uma pesquisa de satisfação etc.

2. Segmente os contatos

Quantidade não significa qualidade. Esse é um dos princípios do e-mail marketing. O ideal é lapidar o público-alvo e não começar atirando para todos os lados. Não adianta nada gastar tempo e recursos financeiros enviando mensagens para pessoas que não têm nenhum interesse no conteúdo que você oferece.

Portanto, invista na segmentação dos futuros clientes. Conheça melhor quem é o seu público alvo — idade, gênero, região onde mora, preferências, histórico de compras etc. A partir dessas informações, você pode enviar o conteúdo apenas para eles, pois as chances de sucesso na conversão serão muito maiores.

3. Tenha uma lista de e-mails atualizada

Muitas pessoas vão trocando de correio eletrônico ao longo dos meses e anos, ou deixam de ter interesse na sua mensagem, por exemplo. O fato é que a lista de e-mails é mutável e precisa ser renovada periodicamente.

Desse modo, a atualização é essencial para manter o processo do funil de vendas completo. Assim, quanto mais segmentado e específico for a mailing list, maiores serão as chances de conversão.

4. Personalize as mensagens

Personalizar a mensagem para deixar um tom mais íntimo e próximo do consumidor aumenta as chances de desenvolver uma relação de confiança com o público, de forma que ele se sentirá mais à vontade com a empresa. Essa medida eleva as chances de conversão e de engajamento.

5. Crie assuntos atraentes

Utilize o inbound marketing para ter sucesso nos conteúdos. Pense em um título atraente que desperte a curiosidade do leitor para que ele tenha interesse em abrir o e-mail e verificar o seu conteúdo. No mesmo sentido, o texto do e-mail deve ser criativo e inovador. Confira alguns exemplos: 

  • use reticências;
  • faça perguntas;
  • coloque o nome do cliente nas frases;
  • adote uma sensação de urgência;
  • use o “call to action”.

6. Defina uma frequência de disparos apropriada

O envio de muitos e-mails pode lotar a caixa de entrada e causar uma sensação invasiva, fazendo com que o público se sinta desconfortável com essa atitude. Por outro lado, ficar muito tempo sem se comunicar com o cliente e apenas enviar mensagens em longos períodos de duração não é uma tática recomendada.

Por isso, estude o seu público, as métricas de abertura de e-mails e, assim, encontre uma periodicidade adequada. Pode ser um envio diário, a cada dois dias etc.

Diante de tudo o que vimos, fique atento à taxa de abertura de e-mail. Se a frequência de envio for muito alta, o próprio algoritmo presente no sistema de e-mail pode detectar esse comportamento suspeito e direcionar os próximos envios para a caixa de spam. Além disso, os próprios usuários podem ficar descontentes com a alta continuidade das mensagens e marcá-las como spam.

Quer investir mais na estratégia de e-mail marketing? Então entenda como aumentar a base de e-mails por meio do CTA!