Design thinking – essencial em momentos de crise

Design thinking – essencial em momentos de crise

Você já ouviu falar em design thinking? A cultura da inovação é algo que muitos empreendedores querem implementar em suas empresas, porém não existe uma fórmula mágica e é necessário empenhar-se muito para obter os resultados desejados.

Infelizmente, alguns profissionais não conseguem enxergar situações favoráveis ao crescimento empresarial e não tentam superar esse problema.

Em meio a esse cenário, os empresários que querem sair na frente de seus concorrentes utilizam diversas metodologias e estratégias para inovar em seus processos produtivos.

O design thinking vem ganhando cada vez mais espaço e notoriedade em nossa sociedade e pode ser a solução para as adversidades de sua empresa.

Mas você sabe o que é, como funciona ou quais são as vantagens do design thinking? Continue sua leitura e tire todas suas dúvidas sobre o assunto!

Entenda o que é o Design Thinking

Todas as personas de sua empresa possuem necessidades e especificidades que as diferenciam das demais. Com isso, é preciso criar produtos adequados a todas essas situações.

Isso só pode acontecer quando sua gestão conhece a realidade de cada um de seus clientes e como eles interagem com o mercado.

Atualmente, as pessoas não querem apenas comprar produtos em embalagens coloridas e chamativas. Todos desejam soluções para os problemas de seu dia a dia.

E o design thinking é uma abordagem empresarial que tem como objetivo a organização de informações e ideias a fim de adquirir conhecimento e proporcionar uma boa experiência para seus clientes.

Em outras palavras, o design thinking faz com que a sua empresa atenda às necessidades do mercado da maneira mais eficiente possível, principalmente em momentos de crise.

Aprenda como colocar essa ideia em prática

Agora que você entendeu o conceito, está na hora de aprender como ele deve ser aplicado. Preste bastante atenção nos 4 passos abaixo:

1. Imersão

Etapa inicial em que um empreendimento deve pesquisar todas os dados relacionados à situação em questão. É válido pesquisar por casos parecidos, ler livros e conversar com especialistas para encontrar oportunidades.

2. Ideação

Agora que você já tem todas as informações sobre um determinado assunto é hora de ser criativo, propondo e desenvolvendo ideias para solucionar as dores de seus clientes.

3. Prototipação

Para saber se a sua solução é funcional, crie um protótipo para testá-la. Cada caso vai exigir um teste diferente, por isso fique muito atento e veja se o estudo em análise produz resultados desejáveis e apropriados.

4. Desenvolvimento e aplicação

Caso todo os testes tenham sido bem-sucedidos, é o momento de colocar em prática sua ideia no mercado. Lembre-se de acompanhar o feedback de todos os envolvidos e esteja pronto para fazer alterações a qualquer momento em seu produto.

Descubra os benefícios do Design Thinking

Separamos abaixo algumas vantagens que só o design thinking pode proporcionar para sua empresa, veja:

Soluções funcionais para problemas reais

De nada adianta criar um produto caro e bonito se ele não atende às expectativas funcionais de seus clientes. O design thinking prepara a estrutura de uma gestão para propor soluções tangíveis aos problemas de seus consumidores.

Destaque no mercado

O mercado consumidor é volátil, instável e pode enganar um empreendedor experiente. Desse modo, é preciso acompanhar as tendências de consumo para não ficar para trás.

Com o design thinking, as empresas podem se reinventar e propor soluções atuais, levando em consideração a inovação e a criatividade para se destacar.

Ao produzir produtos que atendam às necessidades do mercado utilizando o design thinking, é possível mudar a maneira como sua empresa aborda os problemas de seus clientes.

Com isso, sua rentabilidade e o número de vendas aumentam. Além disso, fica mais fácil de se encontrar novas oportunidades de crescimento em situações de crise.

Na Pontodesign, especialmente nos últimos dois anos, o design thinking tem sido uma ferramenta muito útil ao avaliar novos caminhos.

Alguns cases de sucesso recentes foram precedidos por sessões de ideação que determinaram caminhos que inicialmente não estavam na mesa para serem discutidos.

O Case da Kombozza foi assim. O Abacaxi feito para a Corgraf e o nome e marca da Manics também são exemplos recentes de como o design thinking pode levar ideais para direções melhores.

E então, o que você acha? Será que o design thinking pode mudar o rumo em algum aspecto, em sua organização? Conta para a gente! Está na dúvida, pergunta pra gente.

BBM Logística: um novo caminho, uma nova marca

BBM Logística: um novo caminho, uma nova marca

Ao longo dos anos, a BBM Logística, empresa respeitada e forte no ramo de transportes e logística atuante no Brasil e em Países da América Latina, vem passado por diversas mudanças. Em 2015 em um processo de metamorfose e crescimento natural, mudou sua razão social e, com isso, veio a necessidade de uma nova organização em sua apresentação e comunicação.

Assim a empresa chegou a Pontodesign, com o desejo de se atualizar e acompanhar o movimento dos novos tempos, com uma nova identidade e uma nova forma de se apresentar ao mercado, que fizesse jus a seu valor e força.

Para acompanhar este novo momento, carregado de novos objetivos, desafios e sonhos, depois de muitos estudos a Pontodesign desenvolveu a nova marca. Com um bom trabalho de pesquisa e alinhamento com os desejos da empresa, a nova marca preserva aspectos da marca antiga, mas além de um redesenho completo na tipografia, passa agora a ter um símbolo, que além de representar as siglas BBM, também faz referência ao negócio de transporte e logística. O símbolo remete às rodas dos caminhões, as estradas, as curvas e movimento e faz uma lembrança subjetiva ao símbolo das asas.

Muito mais forte e moderna, a marca BBM está mais fácil de ser identificada por todos, com um símbolo que representa o nome, a força, a tecnologia, o movimento e grandeza da empresa.
marca

BBM_logo

cartao

pasta

envelopes2

envelopes

timbrado

BBM_caminhao2

BBM_caminhao

amarock

Livro UniBrasil – Aos 15 anos

Livro UniBrasil – Aos 15 anos

Em tempo de lembrar de um grande trabalho que realizamos este ano. O UniBrasil – Centro Universitário, comemorou seus 15 anos em 2015. E para contar ao mundo este importante momento planejou um livro para colocar esta data na história. Este livro precisava ser grandioso e mostrar a identidade da Instituição em todas as suas formas, além de poder descrever com louvor da criação aos 15 anos, toda a evolução que a tornou uma das mais importes universidades do estado.

Ao iniciar o desenvolvimento nos deparamos com uma grande dificuldade em encontrar documentos e fotos históricas para ilustrar o livro, mas depois de muita pesquisa descobrimos que a instituição tinha um enorme acervo artístico, que ao longo do tempo veio retratando a história da mesma de uma forma única. Colocamos então essas obras de arte para contar a história da universidade, e além de enriquecer página a página com trabalho de design gráfico único para cada uma, criamos uma organização simples e interessante para mostrar as pessoas todo o peso dos 15 anos do UniBrasil.Quando o livro foi lançado os elogios foram constantes, grandes personalidades do meio acadêmico foram presenteadas com a obra  que conta a história da instituição.

O trabalho foi realizado em parceria com o Núcleo de Mídia e Conhecimento e com o departamento de marketing do UniBrasil.

UniBrasil PontodesignLivro UniBrasil - Pontodesign Livro UniBrasil - PontodesignLivro UniBrasil - Pontodesignapresentacao_sacolas_4.cdrapresentacao_sacolas_4.cdrLivro UniBrasil - Pontodesignapresentacao_sacolas_4.cdrapresentacao_sacolas_4.cdrapresentacao_sacolas_4.cdr

Cartão de Visitas Dico Kremer

Cartão de Visitas Dico Kremer

cartao_dico_imagens_3 BRIEFING: A fotografia evolui em alta velocidade. As câmeras digitais chegaram para ficar, mas há algo que permanece insubstituível: o olho e a sensibilidade do fotógrafo para captar uma boa imagem. O cliente, Dico Kremer, é um fotógrafo publicitário de renome. Em seus 30 anos de experiência acompanhou esta evolução e precisava de um cartão de visita que pudesse expressar seus conhecimentos e mostrar que ele está ao par com a inovação e a tecnologia.

SOLUÇÃO: Existem algumas poucas coisas que conseguem migrar do antigo ao “cult”. A câmera Leica é uma delas. Sua marca é sinônimo de boa fotografia. Desde Bresson, essas câmeras estão no imaginário dos amantes da fotografia. Diretores de arte, que são os contratantes, conhecem e respeitam a história dessa máquina. É por isso que usamos como base o corpo de uma câmera Leica e criamos o cartão de visita sobre ele.

RESULTADOS: O cartão impressiona quem o recebe. O papel metálico utilizado, as texturas e o look realista conectam as pessoas ao universo de boas imagens. O cartão mini câmera também é lúdico: algumas características, como o lettering da máquina (que foi alterado) e uma roda interna, que mostra todos os diferentes tipos de imagens e serviços que ele pode produzir (através da lente), entretém os usuários e mostra que a tecnologia evolui, mas o que é bom – como o olho do fotógrafo – é para sempre.

cartao_dico_imagens_2cartao_dico_imagens_1

 

SACOLAS “I’M A PAPER BAG” #2

SACOLAS “I’M A PAPER BAG” #2

BRIEFING: Com o sucesso da primeira série de sacolas ”I’m a Paper Bag”, a Corgraf resolveu criar uma segunda linha para o ano de 2014. A tarefa era criar algo novo, que mostrasse, mais uma vez, a capacidade e qualidade de impressão da Corgraf.

SOLUÇÃO: A Pontodesign criou modelos que remetem ao universo da moda e do estilo seguindo grifes e tendências fashion. Os três diferentes designs expressam a qualidade de impressão e de tecnologia de recorte, dobra e acabamento que a Corgraf possui. As três peças são resistentes e bonitas e também têm como grande diferencial serem de papel e ecologicamente corretas.

RESULTADOS: A nova linha de sacolas Corgraf agrada a todos, seus estilos e modelos se adequaram a todos os gostos. São consideradas lindas e são muito úteis por quem as recebeu, as sacolas passaram a servir como exemplo de qualidade de impressão da Gráfica. O número de sacolas esgotou logo no primeiro mês e os pedidos continuam a crescer.

Bolão da Copa Cold Stone Creamery

Bolão da Copa Cold Stone Creamery

BRIEFING

A marca de Sorvetes Cold Stone Creamery Brasil viu na Copa do Mundo 2014 uma oportunidade para aumentar a consciência de marca, criar talkability, construir brand awaraness e ampliar sua base de fãs. O desafio era conseguir manter e/ou ampliar o engajamento com as novas regras do Facebook e seus algoritmos que “controlam” os posts na timeline das pessoas, além de criar uma relação memorável com o acontecimento e também aumentar o fluxo de clientes nas lojas em tempos de baixas temperaturas.

SOLUÇÃO

Para criar relação com a Copa do Mundo no Brasil, criamos o Bolão Premiado Cold Stone Creamery, usando como ilustração os Cupcakes de Sorvete customizados, que identificavam por cores e bandeiras, algumas das seleções presentes na competição. A cada jogo foram publicadas postagens no Facebook para incentivar os fãs a palpitarem os resultados das partidas. Foram duas fases: Fase 1 – classificação e fase 2 – oitavas, quartas, semifinais e finais; onde os acertadores do placar e do time ganhador podiam escolher entre vários produtos (como Criações Assinadas, pack de Cupcakes, free upgrade, Mix-Ins e outros) para serem retirados nas lojas, na compra de outros produtos. Além disso, durante a campanha, houveram ações de real time marketing, com posts que brincavam e/ou se relacionavam aos acontecimentos dos jogos, como resultados, eliminação e/ou congratulações. Além de toda a ação online, as lojas foram ambientadas com os Cupcakes temáticos e todo o clima de torcida.

RESULTADO

Em apenas 1 mês a campanha superou todas as médias de interação. Foram 143 posts durante a Copa que geraram 124% de engajamento médio durante o período da campanha e um crescimento de 979% nas interações durante o mês da campanha, se comparado à média de interações dos três meses anteriores. Em apenas um mês a página saiu de 16.271 para 17.795 fãs. Além de todos os resultados as lojas tiveram um aumento notável no fluxo de clientes durante a ação.

Cold Stone Bolão Copa Pontodesign

Bola de Natal Corgraf

Bola de Natal Corgraf

bola_corgraf_imagens

BRIEFING: A Corgraf, uma indústria gráfica, desejava a criação de uma lembrança diferente para o final de ano. A peça precisava apresentar os diferenciais de qualidade e tecnologia da gráfica.

SOLUÇÃO: Natal é tempo de luz. Foi uma luz – a estrela de Belém, que guiou os 3 Reis Magos até Jesus. Inspirada nisso, foi criada, em papel, uma bola de natal luminosa. A peça, uma pequena luminária decorativa, feita em papel e com corte a laser, podia ser utilizada sozinha ou pendurada na árvore durante as festividades.

RESULTADOS: A peça impactou quem a recebeu. A forma quase redonda, os cortes a laser e o interior laminado surpreendem durante o dia. E a noite, quando acesa, as estrelas de luz projetadas encantam e transformam o ambiente.

Além do sucesso entre os clientes essa peça rendeu para a Gráfica um Prêmio de Excelência Gráfica no Paraná e o Primeiro prêmio da Corgraf no maior concurso de Excelência Gráfica do Brasil, o Fernando Pini. Obvio que nós adoramos lembrar que, em ambos prêmios, a criatividade da peça tem um peso muito grande 🙂

Sacolas ” I’m a paper bag” #1

Sacolas ” I’m a paper bag” #1

sacolas_corgraf_paperbag_1
BRIEFING: A Corgraf, uma indústria gráfica, precisava comunicar seus clientes a obtenção da certificação FSC, que garante a origem e sustentabilidade das matérias primas e dos processos utilizados.

SOLUÇÃO: Era preciso comunicar isso de uma forma realmente sustentável. Ao invés do folder originalmente solicitado, foi criada uma linha de três sacolas de papel, 100% reutilizáveis e 100% amigas do meio ambiente. A mensagem “Eu sou uma sacola de papel” brinca e desafia as sacolas que ostentam “Eu não sou uma sacola de plástico”, mas nem por isso são ecologicamente corretas. As sacolas de papel colocam em cheque o mito que desestimula o uso desta matéria prima.

RESULTADOS: As sacolas ganharam o carinho de quem as vê. Tornaram-se exemplo de como expressar bem a qualidade de um produto aparentemente simples. A qualidade da arte e da impressão desafiam os sentidos que precisam tocar a sacola para ter certeza que são feitas em papel e, a mensagem de sustentabilidade foi recebida por todos.

E não bastassem os resultados que a peça deu para o cliente esta peça ganhou basicamente tudo onde entrou. As sacolas foram o Grand Prix no Prêmio Colunistas Design Paraná e depois foram eleitas Grand Prix de Design no Colunistas Brasil. Para a Corgraf elas também renderam prêmios, elas ganharam o Prêmio de Excelência Gráfica Oscar Scharrappe Sobrinho.